Profissionais são capacitados para acolhimento de mulheres e comunidade LGBT com HIV

13 de setembro de 2019 - 08:26 # # # #

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP/CE

A Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), em parceria com a Coordenadoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde do Ceará (COVIG/SESA/CE) iniciará na próxima segunda-feira, 16, turma do Curso Básico de Enfrentamento da Epidemia da Aids em Mulheres e na população LGBT.

As atividades ocorrerão no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Campus Acaraú e seguem até o próximo dia 20 de setembro. O curso surge a partir da necessidade de ampliar o cuidado às pessoas vivendo com HIV/Aids e de desenvolver práticas de saúde transformadoras, reflexivas, propositivas e articuladas com a sociedade, para o enfrentamento do cenário da Aids no Estado do Ceará.

Seu objetivo é capacitar os profissionais da saúde, da assistência social e da educação, acerca do atendimento de mulheres em situação de vulnerabilidade e da população LGBT e qualificá-los para o enfrentamento da epidemia da AIDS neste grupo de pessoas.

Assim, a iniciativa visa também contribuir para o fortalecimento das ações de vigilância e enfrentamento da epidemia de HIV/Aids, por meio da melhoria do acolhimento da população de lésbica, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) nas três esferas de atendimento e da sensibilização dos profissionais para o enfrentamento da epidemia do HIV/Aids em mulheres em situações de vulnerabilidade.

A formação destina-se a profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde do Estado do Ceará, profissionais da Assistência Social e da Educação. A definição das vagas é feita de acordo com o painel de indicadores da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica. As fichas de inscrição são enviadas aos municípios, que selecionam os profissionais conforme o perfil e interesse.