Enfermagem Obstétrica realiza movo módulo

10 de junho de 2010 - 11:59

 

                                                                                              Fotos: Andréa Veras

 

 

O Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica realiza o Módulo X, nos dias 10 e 11 de junho, na sede da Escola de Saúde Pública (ESP-CE), localizada na Avenida Antônio Justa, 3161 – Meireles. Promovida pela Coordenadoria de Pós Graduação em Atenção à Saúde da ESP-CE, em parceria com a Secretaria da Saúde do Ceará e com apoio do Ministério da Saúde, a especialização é dirigida a enfermeiros que atuam nos hospitais e maternidades pólo que são de referência em obstetrícia e neonatologia no Ceará.

O módulo X – cujo tema central é “Processo de cuidar em enfermagem nas intercorrências da gestação” –  dará subsídios ao aluno para prestar uma assistência de qualidade a gestantes, através de aquisição de conhecimentos específicos para as patologia como: DHEG,diabetes gestacional, incompatibilidade ABO-RH, transmissão vertical do HIV.

Através da aquisição de conhecimentos a partir deste módulo, o enfermeiro desenvolverá competências para cuidar das gestantes que apresentarem intercorrências na gestação.

Segundo Isabel Cavalcanti, coordenadora da Atenção à Saúde, o curso é fundamental para a capacitação dos profissionais de saúde no intuito de minimizar a mortalidade materna e proporcionar ao serviço qualidade na atenção à saúde da mulher.

Mortalidade

A mortalidade materna corresponde atualmente um problema de saúde pública e as políticas públicas relacionadas á assistência obstétrica tem reunido esforços para mudar esta realidade. As principais causas de mortalidade materna estão relacionadas com as doenças hipertensiva especificas da gestação, as hemorragias no pós- parto e infecções. Todas estas causas são consideradas evitáveis, não justificando a morte prematura destas mulheres relacionadas a estas causas. A assistência pré-natal de qualidade exercida através das equipes de saúde da família é o caminho para reverte esta realidade. A cada consulta de pré-natal o profissional de saúde deve investigar os riscos que a gestante pode desenvolver de acordo como  o período gestacional, sua história pessoal e familiar. O diagnóstico precoce dos agravos permite que as gestantes possam ser encaminhadas para um atendimento especializado e acompanhar sua gestação visando um nascimento saudável

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE