PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Nova turma do Curso das Anafilaxias da Penicilina

13 de maio de 2010 - 10:52

 
A Escola de Saúde Pública do Ceará, em parceria com a Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria da Saúde do Ceará, através do Núcleo de Prevenção e Controle de Doenças, realiza, nos dias 20 e 21 de maio, o Curso de Atendimento das Anafilaxias Causadas pela Penicilina, que tem como objetivo capacitar médicos e enfermeiros para implantação do atendimento da anafilaxia das penicilinas nas unidades do Programa Saúde da Família.

Nesta nova turma do curso, que acontece na Escola de Formação de Saúde da Família Visconde de Sabóia, em Sobral, estão sendo disponibilizadas 34 vagas para os municípios que compõem as Coordenadorias Regionais de Saúde de Crateús e Camocim.

A Penicilina G é um antibiótico natural derivado de um fungo, o bolor do pão Penicillium chrysogenum (ou P. notatum). Foi descoberta em 1928, pelo médico e bacteriologista escocês Alexander Fleming. Em 1940 foi obtida em forma purificada por Howard Florey e Ernst Chain da Universidade de Oxford. Após comprovadas suas qualidades antibióticas em ratos infectados, assim como a sua não-toxicidade, em 1941 seus efeitos foram demonstrados em seres humanos. Está disponível como fármaco desde 1941, sendo o primeiro antibiótico a ser utilizado com sucesso.

A penicilina é um medicamento essencial, referendado pela Organização Mundial da Saúde e deve entrar no contexto geral do plano terapêutico racional com antimicrobianos, nas condições em que seu uso for indicado. Porém, a utilização da Penicilina pode acarretar algumas reações alergicas, entre elas destacamos a anafilaxia, considerada uma reação de natureza sistêmica. Ocorre rapidamente após a administração de concentrações mínimas de material ofensor e é potencialmente fatal. Melhor definida como uma síndrome, a anafilaxia é a manifestação clínica mais grave das doenças alérgicas.

O atendimento à Anafilaxia da Penicilina requer habilidade técnica dos profissionais de saúde dos serviços, agilidade, instrumentos e insumos adequados, profissionais capacitados e local preparado nas Unidades de Saúde da Família para este atendimento. Portanto, faz-se necessário promover uma ampla discussão dessas questões, possibilitando a participação efetiva da comunidade técnico-científica, sociedades médicas, profissionais de saúde e gestores do SUS na sua formulação.

Diante desse contexto, a Escola de Saúde Pública do Ceará, em parceria com a Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde do Ceará, através do Núcleo de Prevenção e Controle de Doenças, resolveu promover o Curso de Atendimento das Anafilaxias Causadas pela Penicilina para capacitar médicos e enfermeiros para o atendimento da Anafilaxia causada pela Penicilina, bem como orientá-los para a implantação deste serviço junto à atenção básica.

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE