PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Cuidados em enfermagem no parto e pós-parto é tema de curso

4 de março de 2010 - 15:20

 

                                                                                                Fotos: Andréa Veras

 

O Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica realiza o VII Módulo nos dias 05 e 06 de Março, na sede da Escola de Saúde Pública do Ceará (Avenida Antônio Justa, 3161, Meireles).  nos dias 4 e 5 de dezembro, no Magna Praia Hotel (Avenida Historiador Raimundo Girão, 1002 – Meireles).  Promovido pela Coordenadoria de Pós Graduação em Atenção à Saúde da ESP-CE, em parceria com a Secretaria da Saúde do Ceará e com apoio do Ministério da Saúde, o curso tem como público alvo enfermeiros que atuam nos hospitais e maternidades pólo que são de referência em obstetrícia e neonatologia  no Ceará.

Neste Módulo, será abordado o tema Processo de Cuidar em Enfermagem à Mulher no Parto e Pós-parto – Parte 1. Mais especificamente, esta etapa versa sobre os cuidados de Enfermagem que a(o) enfermeira(o) obstétrica(o) deve ter para diagnosticar e avaliar os sinais e sintomas do trabalho de parto, as alterações endócrinas, fisiológicas e anatômicas que envolvem a gravidez e a condução do parto normal. Portanto, é importante reconhecer as manifestações e transformações do organismo materno durante a fase final da gestação.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o parto é considerado um processo natural e, portanto, não deve haver intervenções desnecessárias no seu transcurso. Tendo em vista a necessidade de qualificação da assistência à maternidade segura e de implementação dos serviços, o Ministério da Saúde vem investindo na reorganização da assistência, especializando os profissionais enfermeiros em Enfermagem Obstétrica, com o intuito de modificar a realidade da atenção materna e neonatal no país, abordando um novo paradigma na atenção qualificada ao parto e nascimento.

 
Ceará

Segundo Garcia Neto, coordenador do curso no Ceará, existem 31 hospitais-maternidades pólo, que são referência em Obstetrícia e Neonatologia e, segundo pesquisa realizada por meio do Instrumento de Avaliação das Maternidades, identificou-se uma grande carência de enfermeiros obstetras nas salas de parto.

Para suprir essa lacuna, estão sendo capacitados 156 enfermeiros da rede pública de saúde do Ceará, contemplando os municípios de Caucaia, Maracanaú, Canindé, Itapipoca, Acaraú, Quixadá, Aracati, Russas, Limoeiro do Norte, Sobral, Camocim, Tianguá, Tauá, Icó, iguatu, Brejo Santo, Crato, Juazeiro do Norte e áreas indígenas ( Itarema, Acaraú, Caucaia, Pacatuba).

A Especialização em Enfermagem Obstétrica é promovida pela Coordenadoria de Políticas e Atenção à Saúde da Secretaria da Saúde do Estado Ceará (SESA) e executado pela Coordenadoria de Pós-Graduação em Atenção à Saúde da ESP-CE, com apoio do Ministério da Saúde.

A Coordenação do Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica comunica que nos dias 05 e 06 de março de 2010 realizará na ESP o Módulo VII –
 
É importante ressaltar a competência da(o) enfermeira(o) obstétrica(o) relacionada à assistência à mulher no processo do parto e do nascimento. Esta competência é respaldada pela Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da Enfermagem na execução do parto normal sem distocias, e pelo Decreto nº 94.406, de 08 de junho de 1987, que a regulamenta. De acordo com o artigo 11, o Parto Normal pode ser realizado por enfermeiros obstetras e/ou obstetrizes (Brasília, 1986).

Para possibilitar a implementação desse modelo foram criados os Centros de Partos Normais com o objetivo de resguardar a autonomia da mulher e a realização do parto humanizado, ou seja, sem interferências desnecessárias, observando as recomendações preconizadas pela OMS.
Assim, em virtude da disposição dos assuntos a serem abordados neste módulo, o mesmo será fragmentado em três partes:
Parte I – Diagnóstico do trabalho de parto.
Parte II – Humanização do parto.
Parte III – O parto.
 
Esperamos com isso abordar os temas a serem debatidos de uma forma mais didática para sua maior compreensão e melhor desenvolvimento de seu aprendizado.
 
A Equipe de Coordenação