PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Juazeiro do Norte sedia Fórum sobre Tuberculose

23 de fevereiro de 2010 - 10:37

 
Juazeiro do Norte sediará, no próximo dia 25, o Fórum do Novo Esquema do Tratamento da Tuberculose. O evento, que acontecerá na Faculdade de Medicina daquele município, terá como palestrante a médica Tânia Brígido, da Sociedade Cearense de Pneumologia. Do Fórum participam profissionais de saúde das Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES) de Juazeiro do Norte, Crato, Brejo Santo, Iguatu e Icó.

O primeiro Fórum aconteceu, em Fortaleza, no início deste mês, na Escola de Saúde Pública do Ceará, que coordena as atividades do evento em parceria com Coordenadoria de Promoção da Saúde (COPROM), através do Núcleo de Prevenção e Controle de Doenças (NUPREV) da Secretaria da Saúde do Ceará (SESA). O Fórum já foi levado também para profissionais dos municípios que compõem as CRES de Caucaia, Aracati, Russas, Limoeiro do Norte, Baturité, Maracanaú, Itapipoca, Canindé, Sobral e Cratéus.

A proposta do Fórum é divulgar as modificações no Sistema de Tratamento para a Tuberculose – do Programa Nacional de Controle da Tuberculose do Ministério da Saúde – que vão beneficiar pacientes adolescentes (acima de 10 anos de idade) e adultos.

O Programa Estadual de Controle da Tuberculose tem como meta capacitar multiplicadores em todas as macrorregiões, visando que a nova técnica seja conhecida por todos profissionais da Estratégia Saúde da Família do Ceará. Os novos medicamentos estão sendo disponibilizados pela SESA, para serem distribuídos aos pacientes que irão iniciar o tratamento.  Aqueles que estão se tratando pelo método antigo devem continuar, assim como as crianças com menos de 10 anos de idade.

Novo tratamento

Entre as mudanças, está a apresentação em comprimidos com dose fixa combinada em 4 fármacos para a fase intensiva do tratamento: Etambutol, Rifampicina e doses reduzidas de Isoniazida e Pirazinamida.  A expectativa é aumentar o sucesso terapêutico e evitar o aumento da multirresistência (resistência à Rifampicina + Isoniazida).

Para o paciente as vantagens são: maior conforto pela redução do número de comprimidos a serem ingeridos, impossibilidade de tomada isolada de fármacos e a simplificação da gestão farmacêutica em todos os níveis.

O tratamento propiciará também alterações no acompanhamento dos casos no sistema de informações, em relação à retratamento e tratamento da tuberculose resistente.

Casos no Ceará

No Ceará, no ano de 2009, foram notificados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), 3.168 novos casos de tuberculose, correspondendo a um coeficiente de incidência de 37,1/100.000 habitantes, índice que ficou abaixo do registrado em 2008, quando ocorreram 3.721 novos casos, ou seja 44,0/100.000 habitantes.

A tuberculose (TB) é uma doença grave, transmitida pelo paciente ao falar, espirrar ou tossir, por meio das gotas de secreção respiratória que se propagam pelo ar, sendo causada por um microorganismo, o bacilo de Koch, cientificamente chamado Mycobacterium Tuberculosis.

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE