PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Concludentes apresentam resultados de Pesquisas em Vigilância Epidemiológica

21 de setembro de 2009 - 13:50

 

                                                                                              Fotos: Andréa Veras

 

 
Alunos da Especialização em Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis voltam à sala de aula de 21 a 25 de setembro para apresentar o resultado de seus trabalhos de conclusão de curso. As defesas de monografias acontecem na sede da ESP-CE (Avenida Antônio Justa, 3161, Meireles) em horários variados.

Entre os temas alvo de pesquisas científicas estão Hanseníase, Dengue Hemorrágica, Sífilis, Raiva, Leishmaniose e Diarréia. Os concludentes optaram principalmente por analisar aspectos dessas doenças no cotidiano de municípios do interior cearense como Canindé, Quixeramobim, Solonópole, Sobral e Crateús.  

Para o enfermeiro Adjaci Chaves da Silva, do município de Tabuleiro do Norte, o conteúdo adquirido no curso é muito importante para a vida profissional. “A carga-horária não é pequena, tem que ter tempo disponível, mas vale a pena porque você procura aperfeiçoar mais seus conhecimentos e isso serve também para o município”.  Ele desenvolveu uma pesquisa sobre A Importância do Autocuidado com os Pés de Portadores de Hanseníase. “Nem todos os profissionais sabem da importância do autocuidado com os pés, que dirá os portadores de hanseníase. Na verdade, onde você pega maior peso do seu corpo é na região plantar. Então isso vai beneficiar o meu município porque eu fiz uma pesquisa, trabalhei com os pacientes de lá e agora vou repassar o resultado desse estudo para os profissionais de saúde da família que atuam nas unidades”, explica.

Sobre o curso

Inserido na rede de formação de recursos humanos de Vigilância em Saúde, o curso é direcionado a profissionais de saúde do Nordeste, de nível superior, que atuam nos serviços de Vigilância em Saúde das secretarias estaduais e municipais e técnicos dos laboratórios centrais. Com o apoio financeiro da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, é realizado em parceria com a Universidade do Pauí e Universidades estaduais de Pernambuco e do Rio de Janeiro.
 
Iniciado em fevereiro de 2008, o curso possui carga horária total de 548 horas. A turma é composta por 30 alunos. Entre eles, profissionais do Ceará que desenvolvem atividades de Vigilância em Saúde na capital, municípios da região metropolitana e/ou municípios com população acima de 50 mil habitantes. Técnicos do Laboratório Central do Central do Ceará também participam do curso. Outros participantes são profissionais que atuam nos serviços de Vigilância em Saúde de outros estados nordestinos, como o Maranhão.

Confira o cronograma de defesas em anexo.

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE