PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Alunas de especialização vão dirigir pró-tempore o CEO de Ubajara

11 de agosto de 2009 - 11:44

 

 

Duas alunas do Curso de Especialização em Gestão de Serviços de Saúde foram contratadas pró-tempore, com o objetivo de dirigir o Centro de Especialidade Odontológica de Ubajara, que se encontra em fase de conclusão. Assumem os cargos de diretora-geral,  Madeline Maria Frota de Amorim, e diretora administrativo-financeiro Yolanda Teles Gomes.

Segundo o supervisor do Núcleo de Atenção à Saúde Bucal do Ceará, Ivan Rodrigues, houve um processo de consulta aos primeiros colocados no processo de seleção pública realizado pelo Governo do Ceará, por meio da Escola de Saúde Pública do Ceará. “Indagamos se havia interesse em assumir a unidade provisoriamente, nos três primeiros meses que antecedem a conclusão do processo seletivo e a formatação do consórcio”, afirmou.

O coordenador explica que os contratados pró-tempore não terão nenhum benefício na seleção e a convocação dos aprovados será feita normalmente, por ordem de classificação, ao final do processo. “Essa é mais uma atitude democrática do Governo do Estado, que poderia simplesmente indicar duas pessoas para os cargos, mas preferiu convidar as pessoas que estão engajadas na seleção e se preparando para essa responsabilidade”, explicou, ressaltando que o vínculo da contratação pró-tempore é totalmente provisório.

Processo seletivo

As 95 vagas para diretores de CEOs e Policlínicas foram disputadas por mais de 600 profissionais. Eles foram submetidos a três etapas de seleção: a primeira, uma prova objetiva e discursiva e a segunda etapa, análise de currículo e avaliação comportamental.

A terceira e última etapa é o Curso de Especialização em Gestão de Serviços de Saúde, com 460 h/a, que tem momentos presenciais a cada 15 dias (sexta-feira das 16h às 22h; sábado e domingo das 8h às 17h). Além disso, serão ministradas 72 h/a à distância, com o módulo Liderança em Saúde. “É uma forma de evitar a dispersão, manter o candidato comprometido com o curso e abordar um tema atual e importante na área de gestão”, explica a coordenadora de Pós-graduação em Gestão da Saúde, Silvia Bomfim.

Os diretores selecionados vão gerenciar 21 policlínicas e 16 CEOs que o Governo do Estado tem como meta construir até 2010. Com a construção das policlínicas e dos CEOs Regionais o Governo quer facilitar o acesso da população do Interior a exames e serviços realizados atualmente na Capital. Do total de 21 policlínicas, oito estão sendo construídas (Tauá, Russas, Pacajus, Baturité, Aracati, Camocim, Campos Sales, Icó) e, dos 16 Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), cinco estão em construção nos municípios de Acaraú, Baturité, Juazeiro do Norte, Russas e Ubajara.       

Consórcios

Os consórcios serão responsáveis pela contratação dos profissionais que vão trabalhar nas unidades de saúde e o Governo do Estado assumirá 40% das despesas de custeio. Para criação do consórcio público de saúde, o protocolo de intenção firmado entre os municípios e o Governo do Estado deve ser ratificado pelo Poder Legislativo de cada ente consorciado para se transformar em lei.

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE