PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Telessaúde e Unasus vão chegar a mais municípios cearenses

15 de julho de 2009 - 11:40

A Secretaria da Saúde do Estado pretende expandir no Ceará a abrangência da Universidade Aberta do SUS (Unasus) e do Telessaúde nos próximos seis meses. Esse assunto estará na pauta das reuniões de planejamento que a Coordenadoria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (CGTES) realiza de quarta a sexta-feira, 15 a 17 de julho, das 8 às 17 horas, no Hotel Mareiro, na Avenida Beira Mar, 2380, Meireles. Na quarta-feira a reunião é restrita às áreas técnicas da Secretaria da Saúde e Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE). Na quinta e sexta-feira, a Oficina de Trabalho Gestão da Educação na Saúde do Ceará reunirá, também, os Colegiados de Gestão Regional (CGR) e as Comissões de Integração Ensino-Serviço (CIES) de todo o Estado.

O programa da oficina de trabalho abre espaço para a discussão sobre a composição, regulamentação, competências e funcionamento das CIES e CGR, financiamento da Política Estadual de Educação Permanente em Saúde e a formulação de uma agenda de ações para o segundo semestre de 2009. Esse ponto reserva o debate, na sexta-feira pela manhã, sobre a expansão da Unasus e do Telessaúde.

Lançada em 2008 pelo Ministério da Saúde, em conjunto com o Ministério da Educação e com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), a Universidade Aberta do SUS (Unasus) estabeleceu como meta especializar mais de 50 mil profissionais do Programa de Saúde da Família (PSF) e qualificar cerca de 100 mil gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) até 2011, por meio parcerias com universidades, faculdades e associações médicas que oferecem cursos a distância. Com os cursos, os profissionais vão receber o título de especialista em saúde da família.

Projeto Piloto de Telessaúde em Apoio à Atenção Básica, que em agosto completa dois anos de atividades, já implantou o serviço em 99 municípios do Estado. Além de oferecer consulta interativa e diagnóstico por comunicação remota, o Núcleo de Telesssaúde do Ceará proporciona o desenvolvimento contínuo a distância dos profissionais das Equipes de Saúde da Família, a partir da utilização de multimeios – biblioteca virtual, videoconferência, canais públicos de televisão, vídeo streaming e chats –, evitando também que o profissional de saúde se ausente do município para fazer reciclagem e treinamento.

As CIES e o CGR são instrumentos de execução da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde em nível regional. No Ceará, a política de educação em saúde preconiza o levantamento das necessidades na área e a qualificação dos trabalhadores e dos processos de trabalho, com vistas à otimização da assistência nos níveis primário, secundário e terciário de atenção à saúde.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Sesa