PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

ENSP e ESP-CE firmam convênio de cooperação técnica

28 de maio de 2009 - 17:12

 

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca mantém seu compromisso com o Sistema Único de Saúde buscando sempre novas parcerias com instituições de saúde pública nacionais ou internacionais. Desta vez, a Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), por meio de seu superintendente Haroldo Jorge de Carvalho Pontes – que visitou a ENSP em 27 e 28 de maio – firmará um convênio ‘guarda-chuva’ com a ENSP que incorporará vários elementos, sendo que, para cada curso ou atividade específica, será elaborado um projeto especial.

Segundo Haroldo Pontes, há tempos, a ESP-CE desenvolve um trabalho de proximidade com a ENSP. “Foi por esta razão que, em meu último encontro com o diretor Antônio Ivo, conversei sobre a possibilidade de um convênio amplo que oportunize uma série de trocas de experiências, conhecimentos e acúmulos entre as Escolas”, destacou o superintendente. Na reunião, que ocorreu na quarta-feira (27/05), ficou acertado que a ENSP encaminhará uma proposta para a ESP-CE, e esta aproveitará o encontro da Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública, que acontecerá de 3 a 5 de junho, no Rio de Janeiro, para a assinatura do convênio.

Sobre as atividades em desenvolvimento entre as instituições, Haroldo Pontes informou que profissionais da ENSP trabalham na formatação de dois cursos de especialização que a ESP-CE está promovendo. Um deles é voltado para gestores de Policlínicas, e o outro para gestores de Centros de Especialidades Odontológicas Regionais. “O estado do Ceará está construindo 21 policlínicas e 26 centros para cada uma das suas microrregiões. Para tanto, contamos com a parceria da ENSP nas oficinas iniciais de estruturação e montagem desses cursos. A partir das competências e necessidades do sistema, construímos para cada um deles um currículo específico”, destacou.

Além de receber a expertise da Escola, Haroldo Pontes disse que pretende enviar para a ENSP o seu coordenador do Centro de Desenvolvimento Educacional em Saúde (CDES), José Batista Cisne, para auxiliar na estratégia de aprendizagem PBL (Problem Based Learning), que busca uma reflexão sobre a resolução de problemas baseados em um contexto real.

A ESP-CE tem ainda o interesse em aprender com a plataforma de Educação àDistância da ENSP, uma vez que será por intermédio dela que a Escola do Ceará ministrará o Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS no estado. “Nós somos os responsáveis pelo curso no estado e, como será realizado no modelo a distância, temos um grande interesse nesse conhecimento”, citou. Ao todo, o Ceará capacitará 311 alunos, sendo 11 o número de tutores. O Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS tem coordenação geral da ENSP, é realizado por meio de uma parceria envolvendo 34 escolas de saúde pública e é um componente do Programa Mais Saúde do governo federal.

Haroldo Pontes retorna à ENSP no próximo dia 3 de junho para participar de mais uma reunião da Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública capitaneada pela ENSP. A respeito da importância da Rede, o superintendente afirmou não ter dúvidas sobre a relevância da consolidação dessa rede para o SUS. “Sou defensor da consolidação dessa rede e considero essencial o papel que a Escola Nacional de Saúde Pública tem à frente dessa iniciativa”, disse.

Haroldo Pontes espera sair do encontro com um conjunto de encaminhamentos que reforcem as atividades dessa rede para consolidar ainda mais o papel das Escolas de Saúde Pública de todo o país, porque, segundo ele, “elas precisam continuar existindo, pois têm como principal característica atender à demanda real do sistema de saúde do país, seja por meio da elaboração de cursos ou da prestação de serviços”, concluiu.

Fonte: Coordenação de Comunicação Institucional da Escola Nacional de Saúde Pública
Texto: Antônio Fuchs
Fotos: Virgínia Damas (www.ensp.fiocruz.br)