PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Campanha alerta sobre câncer de mama

24 de novembro de 2008 - 03:00

A IX Semana Nacional de Incentivo à Saúde Materna será aberta em Fortaleza na segunda-feira, 24, às 8 horas, na Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE), na Avenida Antônio Justa, 3161, Meireles. Durante toda a semana serão realizadas palestras e panfletagens de esclarecimento sobre o câncer de mama em terminais de ônibus e unidades de saúde. No sábado, 29, será feito atendimento em mutirão no Instituto de Prevenção do Câncer do Ceará (IPCC), com prioridade para mulheres acima de 35 anos que nunca tenham feito mamografia. A programação termina domingo, 30, com caminhada na Praia do Futuro, com saída do Clube do Médico, às 8 horas.

No Brasil, o câncer de mama é a maior causa de óbitos por câncer na população feminina, principalmente na faixa etária entre 40 e 69 anos. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), nos últimos 5 anos foram registrados cerca de 50 mil novos casos de câncer de mama no Brasil. No Ceará acontece o mesmo e, nos anos de 2006 e 2007, a taxa de mortalidade pela doença foi de 9,5 e 9,2 por 100 mil habitantes, respectivamente. A incidência é de 50 casos por 100 mil habitantes.

Um dos fatores que dificultam o tratamento é o estágio avançado em que a doença é descoberta. A maioria dos casos de câncer de mama, no Brasil, é diagnosticada em estágios avançados, diminuindo as chances de sobrevida das pacientes e comprometendo os resultados do tratamento.

A Semana de Incentivo à Saúde Mamária é uma campanha educativa de incentivo à saúde mamária sendo grande instrumento de alerta, de conscientização da população para o problema. Visa incentivar o diagnóstico mais precoce da doença com orientações e informações, estimulando as mulheres a fazerem o auto-exame e mobilizando toda a sociedade este grave problema.

Procedimento simples, indolor e caseiro, o auto-exame traz grandes resultados tanto na detecção real e precoce da doença, como em levar a mulher a se observar mais e consultar um mastologista ao perceber qualquer alteração nos seios. O auto-exame é fundamental. E as mulheres com mais de 40 anos de idade devem fazer a mamografia anualmente.


Fonte: Assessoria de Comunicação da SESA