PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Cooperação Brasil-Canadá: 16ª Missão discute eqüidade de gênero

11 de novembro de 2008 - 03:00

 

Equidade de Gênero na Formação em Saúde é o tema de oficina realizada pela 16ª missão do Projeto de Gestão e Formação por Competência, da Cooperação Internacional Brasil Canadá. A consultora é Claudie Solar, da Universidade de Montreal. A conferência de abertura acontece na quarta-feira, dia 12 de novembro, às 14 horas, no auditório Valdir Arcoverde, da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (SESA). Estão convidadas todas as instituições formadoras da área de saúde, como universidades, faculdades e escolas técnicas.

Nos dias 10 e 11 de novembro, a oficina foi ministrada na Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia, em Sobral – Ceará. Nos dias 13 e 14 de novembro acontece na sede da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), assim como nos dias 17 e 18 de novembro. Cada oficina tem 16 horas-aula e 20 participantes. O público-alvo são coordenadores de programas de formação, profissionais que acompanharam as missões anteriores e convidados que podem vir a ser professores dos cursos elaborados na Cooperação Brasil-Canadá.

Entre os conteúdos abordados: violência contra a mulher; equidade de gênero no Brasil e comunicação verbal e não-verbal. O objetivo é trocar conhecimento com os profissionais e assegurar que o material didático dos cursos desenvolvidos pela Cooperação não contenham preconceitos ou estereótipos sexuais, propondo a promoção da igualdade entre os sexos.

Cooperação

O objetivo geral da Cooperação Internacional Brasil Canadá, que está em sua 16ª missão, é elaborar programas de formação técnica segundo abordagens por competências; elaborar e implantar um sistema de planejamento de Recursos Humanos para a Secretaria da Saúde do Estado, segundo a gestão por competência e divulgar todos os produtos e resultados da Cooperação para os estados brasileiros. As ações começaram em maio de 2007 e prosseguem até maio de 2010 e envolvem a Escola de Saúde Pública do Ceará; Secretaria da Saúde do Estado do Ceará; Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia; Secretaria de Saúde e Assistência Social de Sobral; Sistema Municipal Saúde Escola e Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde e Agência Brasileira de Cooperação.

Os parceiros canadenses são a Agência Canadense de Desenvolvimento Internacional (ACDI); o Consórcio Internacional de Desenvolvimento em Educação (CIDE) e os CÉGEP de Sainte-Foy (Quebec) e John Abbott College (Montreal), que apóiam sua execução.

Segundo Carmem Cemires Cavalcante, coordenadora do Projeto de Formação de Técnico em Radiologia, que integra a Cooperação Brasil-Canadá, o grande impacto é a iniciativa de trabalhar programas de ensino por competência. “Dessa forma, você pode garantir que os profissionais que vão ser formados terão as competências necessárias para exercer a função e isso vai refletir na atenção à saúde. Isso significa que o profissional usará de sua habilidade para mobilizar os recursos necessários para atingir determinada meta”, explicou.

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE – ascom@esp.ce.gov.br