PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Três dias de debates sobre saúde pública

5 de setembro de 2008 - 20:41

 

 
“A III Expoesp atendeu nossas melhores expectativas”. Com essas palavras, o superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará, Haroldo Pontes, comemora o sucesso do evento que reuniu profissionais, estudantes de graduação e pós-graduação na área de saúde pública.

Durante os três dias de evento, cerca de 700 pessoas circularam na sede da Escola, sendo 490 participantes inscritos e 254 com trabalhos científicos apresentados. Cinqüenta trabalhos foram expostos na modalidade oral, número que foi superou o previsto, dada a qualidade das pesquisas apresentadas.

 

Conferências

 

Durante os três dias de Expoesp, 54 conferencistas debateram sobre os mais variados temas relacionados à Saúde Pública. A abertura foi marcada pela conferência de Haroldo Pontes sobre “15 Anos da ESP nos 20 anos do SUS”. Na ocasião, Pontes ressaltou que a “Expoesp é uma excelente oportunidade para evidenciar a missão da Escola, de estimular a pesquisa científica na área de saúde pública e unir esse trabalho à prática, para que resultem em ações concretas que contribuam para o fortalecimento do SUS”, afirmou.

O médico sanitarista Carlile Lavor, que compôs a mesa, destacou a importância do papel da Escola na articulação para a implantação de um núcleo da Fundação Oswaldo Cruz no Ceará. Lavor chamou a atenção para a necessidade de cursos de pós-graduação em nível de mestrado e doutorado voltados a profissionais da Estratégia de Saúde da Família.

O secretário de Saúde do Estado, João Ananias, falou sobre “20 Anos de SUS: Desafios do Ceará”, na quinta-feira, 4, segundo dia de evento. Ocasião em que exaltou os avanços do SUS, lembrando que este é o plano de saúde do povo brasileiro, “que vive um processo de ebulição, necessário ao seu aprimoramento”.

Participação

 

Maria Natividade Santana, chefe de gabinete da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, proferiu palestra na tarde de quinta-feira, 05, sobre “Gestão Participativa e Controle Social”. Ela colocou que todos os dias há investidas contra o Sistema Único de Saúde, mas felizmente o controle social delibera contra. “A participação da população, por meio de um controle social efetivo é um dos pilares elementares para que o SUS tenha seus vinte anos consolidados pra valer”.

Prevenção ao câncer

A professora Inês Echenique Mattos, pesquisadora da Fiocruz, participou do painel Vigilância e Prevenção em Doenças não Transmissíveis, quando falou sobre as formas de prevenção ao câncer. “É possível sim prevenir o câncer, por meio de hábitos alimentares saudáveis e combate ao tabagismo”, afirmou ela, completando que “os profissionais de saúde, desde a graduação, precisam dar uma atenção maior à questão das doenças crônicas em termos populacionais e também à questão do diagnóstico”.
 

Saúde das populações

 

A pesquisadora Elsie Kubrusly, integrante do Comitê de Investigação Científica da ESP-CE, falou sobre o Projeto Anemia Falciforme, dentro do painel Saúde das Populações Negra e Indígena, ministrado na manhã dessa sexta-feira, 5. Elsie disse que é necessário conscientizar os profissionais de saúde sobre os conhecimentos clínicos e complicações dessa patologia. “Os efeitos da doença Falciforme sobre a vida dos pacientes mostram a necessidade de um apoio psicológico e de se criar mecanismos de suporte socioeconômico”, enfatizou.
 

Violência no Brasil

 

A pesquisadora da Fiocruz, Edinilsa Ramos de Sousa, falou sobre a Experiência do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (Claves), dentro do painel Violência no Brasil: estratégias para enfrentamento. Segundo a especialista, há 19 anos a violência como uma questão de saúde pública vem sendo estudada pela Fiocruz, que é pioneira neste enfoque do problema. “Somos núcleo de referência para o Ministério da Saúde, atuamos junto a municípios e estados assessorando pesquisas ligadas a questões da violência e temos algumas parcerias com instituições internacionais”, disse ela.

 

Menção honrosa

 

O evento foi encerrado às 16h30 dessa sexta-feira, 5, com menção honrosa para 24 trabalhos apresentados na forma de pôster e 10 na modalidade oral.

 

GALERIA DE IMAGENS – veja aqui fotos do evento.

 

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE – ascom@esp.ce.gov.br