PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

2. Técnico em Enfermagem

31 de julho de 2008 - 19:41

2.1 Apresentação: A projeção futura revela que a formação profissional na área de enfermagem será de grande valia para atender a demanda dos serviços de saúde, considerando que 66% da mão de obra em saúde é composta de pessoal de nível técnico e tendo em vista fatores como o envelhecimento da população brasileira, as mudanças tecnológicas do setor saúde, a estrutura de morbidade da população, a expansão da atenção básica e do atendimento domiciliar em substituição ao atendimento hospitalar. Portanto, faz-se necessário o investimento na formação de técnicos em enfermagem, com intuito de responder a essas necessidades de formação. Nesse sentido, a ESP-CE planejou esse curso permitindo o acesso do participante a uma formação contextualizada, em consonância com os princípios e diretrizes do SUS.

2.2 Público-alvo: Trabalhadores que atuam no Sistema Único de Saúde e pessoas da comunidade que tenham concluído ou estejam cursando o ensino médio.

2.3 Requisitos de Acessos: Ao aluno que concluir os módulos Contextual Básico e Específico I, II deste plano de curso, será conferido Certificado de Qualificação Profissional de Auxiliar de Enfermagem.
Ao aluno que concluir os quatro módulos correspondentes a esta habilitação e cumprir com os requisitos de acesso, será conferido o Diploma de Técnico em Enfermagem.

2.4 Objetivo: Formar técnicos em enfermagem, para atuarem na área de saúde, observando o compromisso social e a ética profissional no desempenho de suas funções, a fim de contribuir com a excelência da Atenção à Saúde e com a melhoria da qualidade de vida da população cearense.

2.5 Metodologia: Utiliza-se metodologia da problematização para assegurar que o aluno seja principal sujeito do processo ensino-aprendizagem, participando ativamente da construção do seu conhecimento. Ela viabiliza o desenvolvimento do senso crítico, político e ético, além da criatividade e das potencialidades, permitindo o aperfeiçoando das competências. Dessa forma, torna-se possível ao sujeito, a compreensão do contexto no qual está inserido, do complexo processo saúde-doença e da aplicação de suas competências à realidade, otimizando a qualidade da assistência prestada à população.

2.6 Conteúdo: O curso é ministrado em quatro módulos:
Contextual Básico: Introdução à profissão técnico em enfermagem; Gestão em saúde e planejamento do trabalho; Educação para o autocuidado; Saúde e Segurança do trabalho; Biossegurança nas ações de saúde; Ética e legislação em saúde; Suporte básico de vida.
Específico I: Organização do processo de trabalho em enfermagem I; Enfermagem na implementação de ações de biossegurança; Preparação e acompanhamento de exames diagnósticos; Enfermagem na assistência a saúde coletiva; Cuidando do cliente/paciente em tratamento clínico.
Específico II: Cuidando do cliente/paciente em tratamento cirúrgico; Enfermagem em saúde mental; Cuidando do cliente/paciente em urgência e emergência; Assistindo a criança ao adolescente / jovem e a mulher.
Específico III: Organizando o processo de trabalho em enfermagem II; Controlando a infecção hospitalar; Cuidando do paciente crítico.

2.7 Carga-horária: O curso tem uma carga-horária de 1.800 horas, distribuídas entre 1.200 horas de atividades teórico-práticas e 600 horas de estágio.