PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

11. Técnico em Cuidados Domiciliares

31 de julho de 2008 - 19:33

11.1 Apresentação:
O envelhecimento da população, a inserção da mulher no mercado de trabalho, as doenças crônico-degenerativas e os acidentes urbanos requerem uma formação especifica de profissionais para cuidar dos idosos, dos pacientes em regime de internação domiciliar e pessoas participantes do Programa “De Volta Para Casa”, que visa à reintegração social de pessoas acometidas de transtornos mentais, egressas de longas internações.  Observa-se que, nos cursos de formação profissional existentes, a atenção relacionada à população referida é insuficiente. Além da fragmentação dos conteúdos e baixo aproveitamento do processo educativo, não existe no Brasil uma formação técnica de nível médio específica para o cuidador domiciliar, apesar do aumento dos gastos com a hospitalização, as mudanças sócio-demográficas, a busca por um cuidado mais humanizado. A partir da identificação dessa lacuna no Sistema de Saúde, a Escola de Saúde Pública do Ceará, em parceria com o Sistema Municipal de Saúde Escola de Fortaleza e a Escola de Saúde da Família Visconde de Sabóia, propõem o Curso de Formação de Técnico em Cuidados Domiciliares, baseado na Abordagem por Competência.

11.2 Público-alvo:
Trabalhadores que atuam no Sistema Único de Saúde e pessoas da comunidade que tenham concluído ou estejam cursando o Ensino Médio.

11.3 Objetivos:
– Oferecer condições para que o educando desenvolva as competências profissionais necessárias e comuns aos trabalhadores da área da Saúde e as competências específicas da profissão de técnico, de modo a favorecer o diálogo e a interação com os demais trabalhadores, facilitando a navegabilidade na área e ampliando seu campo de atuação.
– Contribuir para a inserção dos técnicos em Cuidados Domiciliares no mercado de trabalho;
– Favorecer o aperfeiçoamento profissional do técnico em Cuidados Domiciliares.
– Favorecer a adoção de atitudes positivas do Técnico Cuidados Domiciliares frente a mudanças e a novas situações profissionais.

11.4 Metodologia:
O programa de Técnico em Cuidados Domiciliares foi construído e será desenvolvido com base na abordagem por competências, tendo como objetivo melhorar a capacitação dos profissionais de saúde para responder adequadamente às necessidades da comunidade e enfrentar novos desafios, promovendo, além da aprendizagem de conhecimentos integrados, o desenvolvimento de atitudes de cooperação, suporte mútuo e congruência social.

11.5 Conteúdo:
O curso é ministrado em quatro módulos:
Módulo Contextual Básico: Introdução à Profissão de Técnico Cuidados Domiciliares; Políticas de Saúde no Brasil: a Construção do SUS; Relações Interpessoais, Trabalho em Equipe, Comunicação e Ética; Educação para o Autocuidado; Saúde no Trabalho e Biossegurança; Primeiros Socorros; Gestão e Planejamento do Cuidado.
Módulo Específico I: Ciclos da Vida; Abordagem Familiar; Nutrição e Alimentação; Aplicação Básica de Informática.
Módulo Específico II: Cuidados Especiais no Domicílio; Cuidados de Higiene e Conforto; Mobilização e Segurança; Atividades Psicomotoras; Saúde e Segurança no Domicílio.
Módulo Específico III: Cuidados com a Pessoa Idosa; Atividades da Vida Diária; Estágio Complementar.

11.6 Carga-horária:
1.440 horas, distribuídas entre 800 horas teórico-práticas e 640 horas de estágio supervisionado.