PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Livro sobre avaliação da formação médica traça perfil de egressos em programa de residências 

12 de maio de 2022 - 14:19 # # # #

Texto: Juliana Marques | Foto: Elon Nepomuceno

        O estudo quantitativo, descritivo e analítico analisou os dados de mais de 17 mil candidatos

Qualidade de vida, remuneração e os modelos de formação são os principais fatores que motivam na hora de escolher uma especialidade médica. O levantamento sobre o assunto está no livro “Avaliação da Formação Médica: perfil sociodemográfico, formativo e das escolhas por especialidades dos candidatos à seleção de residência médica no estado do Ceará de 2012 a 2018”, lançado neste ano, resultado da tese de doutorado do professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Doutor em Saúde Coletiva, Marco Túlio Aguiar Mourão. 

O principal objetivo da pesquisa, que se transformou em livro, era compreender os critérios adotados pelos egressos para escolher suas especialidades médicas de atuação. “Quando entendemos o perfil das escolhas desses profissionais, isso pode nortear não só as instituições formadoras para qualificar determinados processos, mas, também, estimular políticas públicas para incentivar, por exemplo, a criação de vagas de residências em determinadas áreas”, explica.

No livro, o leitor é levado a uma reflexão sobre as diversas modificações da formação, influenciada pela globalização, interesses econômicos e por políticas indutoras de mudanças na formação dos profissionais, para atuarem nos serviços de saúde e no SUS. 

O estudo quantitativo, descritivo e analítico analisou os dados de mais de 17 mil candidatos que concorreram à seleção para residência médica no Ceará entre 2012 e 2018. A publicação está disponível gratuitamente para leitura na biblioteca da Escola de Saúde Pública Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE) e, também, está à venda no site da Editora Dialética.

Residências Médicas

Consideradas “padrão ouro” da prática da educação em Saúde na modalidade pós-graduação, as Residências representam uma importante janela na formação de profissionais em todo o Brasil.  Seus principais objetivos estão alinhados à promoção da educação em saúde e recursos humanos para o Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, a ESP/CE mantém dois programas, sendo um de Residência Médica (RM) e outro de Residência Multiprofissional (Resmulti). Juntos, possuem mais de 700 residentes em formação.

Durante o processo formativo da residência médica, o graduado em medicina desenvolve um treinamento em serviço composto por 2.880 horas anuais em uma determinada especialidade que é previamente escolhida pelo aluno.

Nos programas vinculados à Escola de Saúde Pública do Ceará – ESP-CE, a aprendizagem ocorre nas instituições de saúde da Rede da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), sob supervisão de profissionais vinculados aos serviços, os preceptores.

Serviço:
Livro sobre avaliação da formação médica traça perfil de egressos em programa de residências
Compre um exemplar no site da Editora Dialética