PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Educadores e médicos participam do plano para controle do tabagismo

30 de junho de 2010 - 11:15

 
 
 
Nos dias 1º e 2 de julho a Secretaria da Saúde do Estado realiza  a  “Oficina para construção do Plano de Ação para Controle de Tabagismo e Promoção da Alimentação Saudável, Amamentação e Atividade Física no SUS”, no Mareiro hotel, Avenida Beira Mar, 2380, a partir das 8h30min. Com o objetivo de integrar profissionais de outras na prevenção e controle  do tabagismo, participam da oficina técnicos da Secretaria da Educação do Estado e do Instituto Nacional do Câncer (Inca).
    
O tabagismo, doença provocada pela dependência da nicotina e epidêmica por acometer ao mesmo tempo grande número de pessoas, causa também 50 diferentes doenças, entre elas as cardiovasculares, respiratórias e o câncer. O tabaco, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é causa de morte de 5 milhões de pessoas em todo o mundo. De acordo com levantamento do Inca, divulgado este ano, o câncer de pulmão está em terceiro lugar no ranking de incidência em mulheres, ficando atrás apenas do câncer de mama e do colo de útero. Estudos mostram que 95% dos cânceres de pulmão são desenvolvidos em pacientes com histórico de fumo.

Segundo o Ministério da Saúde, que alerta para os perigos do tabagismo na redução da qualidade de vida e comprometimento da saúde, o cigarro contém substâncias não indicadas para seres humanos. Além de amônia, utilizada em desinfetante para pisos, azulejos e privadas, o cigarro contém formol, que é um conservante de cadáver, e ainda cetona, removedor de esmalte.

No primeiro dia da oficina, às 9h30min, serão apresentadas as ações de controle do tabagismo no Estado, destacando a prevenção, ações de comunicação social e legislativas e a promoção de ambientes livres de fumaça do cigarro. A Lei Federal 9294/ 96 proíbe fumar em ambientes de uso coletivo. No dia 2, a oficina vai até às 17 horas, com a elaboração de ações para cada eixo de prevenção e controle do tabaco, como a prevenção da iniciação do vício do cigarro, a promoção de ambientes livres da fumaça, a atitude de parar de fumar.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO

 

Dia 1º de julho

8h30min – Apresentação dos objetivos e dos participantes

9h – Diagnóstico situacional das ações de controle do tabagismo no Estado

Expositor(a): Coordenador(a) Estadual do Programa

9h30min – Diagnóstico situacional das ações de promoção da alimentação saudável e prática de atividade física no Estado

Expositores: Coordenador(a) da Área Técnica de Alimentação e Nutrição do Estado e Coordenador(a) da Vigilância de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis

10h – Ações para Controle do Tabagismo no Brasil

Expositor(a): representante do Instituto Nacional de Câncer
   
10h30min – Intervalo

10h45min – Ações de promoção da alimentação saudável, amamentação e atividade física

Expositor(a):
representante do Instituto Nacional de Câncer
   
11h15min – Plano Estadual de Saúde e sua interface com as ações de controle do tabaco e ações de rastreamento do câncer do colo do útero

Expositor(a): representante da Área de Planejamento do Estado

11h45min – Plano Estadual de Saúde e sua interface com as ações de promoção da alimentação saudável, amamentação e atividade física

Expositor(a): representante da Área de Planejamento do Estado

12h15min – Almoço

14h – Como planejar e quais os instrumentos necessários para construção do plano de ação para controle do tabaco e promoção da alimentação saudável, amamentação e atividade física no Estado

Expositor(a): representante do Instituto Nacional de Câncer

14h30min – Construção da matriz de integração entre os atores envolvidos quanto às ações de controle do Tabaco e promoção da alimentação saudável, amamentação e atividade física – Atividade em grupo

Facilitador(a): Coordenador(a) Estadual do Programa
Mediador(a): representante do Instituto Nacional de Câncer

Dia 02 de julho

8h30min – Apresentação da matriz de integração pelos grupos – Plenária

10h – Intervalo

10h15min às 16h – Construção do Plano de Ação para tabaco e promoção da alimentação saudável, amamentação e atividade física. Elaboração das ações para cada eixo – Trabalho em grupo

Facilitadores: representantes do Instituto Nacional de Câncer

12h – Almoço

16h – Avaliação da Oficina e Encerramento
Coordenador(a) do Programa de Controle do Tabagismo no Estado
Coordenador(a) da Área Técnica de Alimentação e Nutrição do Estado
Coordenador(a) da Vigilância de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Sesa