PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Municípios ainda podem aderir ao Sistema de Gestão da Assistência Farmacêutica

19 de junho de 2010 - 12:06

 
A Coordenadoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria da Saúde do Estado (Coasf) aguarda até o dia 30 de junho a adesão dos 184 municípios cearenses ao HÓRUS – Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica. Até esta sexta-feira, 18 de junho, após a cerimônia de lançamento do Sistema HÓRUS no Ceará, em solenidade realizada no Hotel Mareiro, 105 municípios haviam firmado o termo de adesão. Entre os dias 19 e 24 de julho, a COASF fará a capacitação na operação do sistema dos profissionais dos municípios assinarem o termo de adesão.

O HÓRUS é um software livre para acompanhamento da utilização de medicamentos dos usuários do SUS. Permite, entre outras funcionalidades, a rastreabilidade dos medicamentos dispensados, o conhecimento do perfil de uso dos medicamentos, demanda atendida e não atendida, bem como a elaboração de indicadores de assistência farmacêutica para o planejamento, avaliação e monitoramento das ações. A implantação do HÓRUS favorece o uso racional de medicamentos ao possibilitar a identificação de aquisições duplicadas do mesmo medicamento pelos mesmos pacientes.

Em dezembro de 2009, após o lançamento oficial do HÓRUS, em Brasília, foram escolhidos 17 municípios pilotos, localizados em 14 estados brasileiros, entre eles Fortaleza, com o objetivo de aprimorar as funcionalidades do software, adaptando-o às diferentes realidades do país. A partir de abril de 2010 o HÓRUS passa a ser implantado nos demais municípios brasileiros.

Para implantar o HÓRUS, o município interessado deve preencher o Cadastro de Adesão, que está disponível na internet, no endereço www.saude.gov.br/prodae. Em seguida, deve ser assinado o Termo de Adesão, que foi enviada a todas as secretarias municipais de Saúde pelo Conselho de Secretarias e Secretários de Saúde do Estado do Ceará (COSSEMS/CE). A capacitação de profissionais é feita a partir da adesão do município. Cumpridas essas etapas, acontece a disponibilização e implantação do HÓRUS, com a liberação de senha. O acompanhamento e monitoramento é realizado em parceria pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (DAF) e o município.

Os municípios devem dispor, no mínimo, de um microcomputador Penitum III, com 128 MB de memória; Internet Explorer 7 ou Firefox 3.5; impressora; conexão de acesso à internet de 1 MB; programa Java Runtime Environment, que pode ser baixado no endereço www.java.com/PT_BR, e programa Adobe Reader.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Sesa