PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Canal Saúde debate alternativas de gestão para a saúde pública

22 de julho de 2009 - 15:27

 

 

 

Mudanças à vista no SUS:
 
Canal Saúde debate alternativas de gestão para a saúde pública do país, sexta (24), às 13h

Propostas podem mudar relações trabalhistas na administração pública e dividem opiniões

O Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz, debate ao vivo, sexta (24), às 13h, as diferentes propostas de modelos de gestão para o Sistema Único de Saúde (SUS). Entre as principais alternativas que o programa vai discutir estão as Fundações Estatais de Direito Privado e as Organizações Sociais de Saúde (OSS). Veja o que muda com a implantação dessas novas propostas desde a gestão, passando pelas relações trabalhistas com os servidores, até o atendimento ao cidadão. Participe.

No programa Sala de Convidados, o público poderá participar ao vivo pela WEB <www.canalsaude.fiocruz.br>, no chat, ou assistir pela NBR e ligar 0800 701 8122. Se preferir, pode antecipar a participação enviando perguntas pelo e-mail canal@fiocruz.br

Convidados – Para debater com internautas e telespectadores, estarão no estúdio o presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Francisco Batista Junior; o diretor geral da Fundação Estatal Saúde da Família da Bahia, Heider Pinto; a coordenadora do Instituto de Direito Sanitário, Lenir Santos; e o diretor executivo da Fiotec/Fiocruz, Pedro Barbosa.

Veja como algumas dessas propostas já funcionam. Em São Paulo, 23 dos 72 hospitais da rede estadual são administrados por OSS. Conheça o Hospital Geral de Pedreira, que sob gestão de uma instituição filantrópica tem 280 leitos e realiza, mensalmente, quase 30 mil atendimentos de emergência, 500 cirurgias, 1.400 internações e mais de 20 mil consultas.
 
Fundações Estatais
– Uma das propostas que mais tem se destacado, principalmente em função da polêmica que gera, é o das Fundações Estatais. Com a nova proposta, a relação trabalhista seguiria as regras da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), diferente do modelo de gestão federal atual. O Ministério da Saúde prevê a implantação das Fundações, uma vez aprovada, em aproximadamente metade dos cinco mil hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o país. Mas, o Ministério enfrenta resistência para aceitação do projeto no próprio setor saúde, como na 13ª Conferência Nacional de Saúde.
 
E para você, até que ponto essas alternativas podem influenciar na qualidade do atendimento prestado ao cidadão? Dê a sua opinião ao vivo no Sala de Convidados.

Onde ver
– Para saber como assistir a NBR na sua cidade ou obter mais informações sobre a NBR, acesse http://www.ebcservicos.ebc.com.br/veiculos/nbr Para assistir no site do Canal Saúde, acesse <www.canalsaude.fiocruz.br>, clique na TV com a inscrição “ao vivo” e participe a partir do chat associado à transmissão. Se preferir, antecipe suas perguntas: canal@fiocruz.br. O Sala de Convidados é apresentado por Renato Farias.

Assessoria de Comunicação – Canal Saúde/Fiocruz