PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Dengue avança em oito estados. Febre amarela preocupa no Sul

3 de junho de 2009 - 11:16

 

 

O Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz, de sexta (05/06), às 13h, alerta para os ciclos da dengue, que deixou 200 mortos ano passado no Rio de Janeiro, e avança pelo país. No Espírito Santo, 26 mortes já foram confirmadas. Em Mato Grosso, foram 29. E no Rio Grande do Sul, a febre amarela preocupa, com cerca de 20 casos. Desde abril, 290 cidades gaúchas estão na área de risco. Além de terem em comum o transmissor Aedes Aegypti, existem outras semelhanças? No caso da dengue, como poder público pode evitar que tragédias, como a do Rio, se repitam?

O público poderá esclarecer dúvidas ao vivo pela WEB <www.canalsaude.fiocruz.br>, no chat, ou assistindo pela NBR e ligando 0800 701 8122. Se preferir, pode antecipar a pergunta pelo e-mail canal@fiocruz.br

Dengue e Febre Amarela –
O número de casos de dengue diminuiu na maioria dos estados brasileiros, mas aumentou em oito. Especialistas afirmam que após período epidêmico em determinada região, o vírus começa a circular por outras áreas. Em 2008, o Rio de Janeiro registrou mais de 200 mortes (33% crianças) provocadas pela doença. Neste ano, o Rio foi o estado brasileiro que registrou maior queda do número de casos de dengue.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul , 2 milhões de pessoas já foram imunizadas contra a febre amarela nas áreas consideradas de risco. A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação, indicada para pessoas que vivem em áreas de risco para a doença (zona rural da Região Norte, Centro Oeste, estado do Maranhão, parte dos estados do Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), onde há casos da doença em humanos ou circulação do vírus entre animais (macacos), e para áreas internacionais.

Sala de Convidados – Na internet, acesse <www.canalsaude.fiocruz.br>, clique na TV com a inscrição “ao vivo” e participe a partir do chat associado à transmissão. Se preferir, antecipe suas perguntas: canal@fiocruz.br. No caso da televisão, é necessária uma antena parabólica conectada ao aparelho. Para saber como sintonizar a NBR em sua cidade, acesse http://www.radiobras.gov.br/nbr/cidadesn-br_2004.htm ou http://www.radiobras.gov.br/estatico/tv_nbr_sintonize.htm. O Sala de Convidados é apresentado por Renato Farias.

Assessoria de Comunicação – Canal Saúde/Fiocruz