PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SUS: avanços e desafios

27 de março de 2009 - 03:00

 

 

No ano passado, o Sistema Único de Saúde completou duas décadas de dificuldades, mas também, de avanços marcados pela socialização em todo o território nacional. Em 1988, iniciou o avanço de um processo constitucional que garante a saúde pública aos brasileiros. O sistema avança em conceitos e práticas.

O direito à saúde começa a ser incorporado pela população e governo. A universalidade, integralidade e descentralização entram para o cenário da saúde trazendo mudanças e desafios aos gestores que enfrentam as divergências territoriais. O sistema foi proposto pela reforma sanitária, para ser o sistema da atenção e cuidados a saúde com todas as políticas sociais.

O programa desde sua existência, tem passado por reformas com o intuito de adaptar as mudanças e os entraves encontrados pelos usuários. A “Caravana em Defesa do SUS” que percorre o Brasil, esteve no Ceará, nesta última quarta-feira, trazendo representantes da Secretaria de Gestão e Estratégica do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Saúde e órgãos de defesa. A caravana e seus representantes pretendem visitar todos os estados do país, com a meta de estimular os conselheiros e militantes da saúde, a encarar os desafios que ainda precisam ser defendidos. A luta engloba o financiamento justo, a participação social e o esforço braçal dos conselheiros na luta pela descentralização das políticas públicas.

A caravana aqui no Ceará, viu o SUS sendo implantado pelo governo, um exemplo a ser seguido, com um programa de descentralização da atenção especializada em saúde, chegando até 2010 a mais 20 regiões do estado, ampliando a integralidade e o financiamento. Apesar das dificuldades, o SUS no nosso estado está próximo de obstruir os “gargalos” e avançar nas medidas do controle social nos municípios. A Secretaria da Saúde do Ceará tem criado metas e planos na saúde com a intenção de promover em torno da conjuntura atual, as melhorias e a necessidade de cada morador e cada realidade, oferecendo saúde pública de qualidade.

FRANCISCO MARCELO SOBREIRA – Subsecretário de Saúde do Estado do Ceará

Fonte: Jornal O POVO / Opinião / Artigos