PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Segundo dia de ExpoESP: sistema de saúde sustentável e simpósio de Simulação em Saúde foram destaque na programação da tarde

18 de novembro de 2022 - 20:11 # # # #

Texto: Juliana Marques | Foto: Deborah Muniz

Marcelo Alcantara mediando a mesa-redonda “Caminhos para a Construção de um Sistema de Saúde  Sustentável”

“O SUS é irreversível. Nossos tataranetos viverão o Sistema Único de Saúde. Temos, portanto, a obrigação de melhorá-lo”, foram as palavras do secretário de saúde do Ceará, Carlos Hilton Albuquerque, durante a mesa-redonda “Caminhos para a Construção de um Sistema de Saúde Sustentável”.  

O bate-papo compôs uma das atividades da programação do período da tarde desta sexta-feira (18), no segundo dia de ExpoESP, no Centro de Eventos. O mediador do momento foi o superintendente da ESP/CE, Marcelo Alcantara e os convidados para discutir o tema foram o diretor de Políticas Públicas no IEPS, Arthur Araújo Aguillar e a presidente do COSEMS, Sayonara Cidade. 

O debate apontou para a reflexão sobre o que podemos fazer para tornar a área da saúde sustentável. Para Arthur Araújo Aguillar, quando falamos em saúde, o Ceará tem muito para ensinar ao Brasil. “O programa Cuidar Melhor, é exemplo disso, pois ele alinha os incentivos na direção de fortalecer a regionalização através de repasses dos recursos. É uma ideia que tem que ser replicada para todo o país”, argumentou.

“Para existir um sistema de saúde sustentável, ele precisa ser primeiro saudável”, disse Sayonara Cidade, para explicar que as pessoas que compõem o SUS também precisam de cuidados. A gestora justificou que, neste caso, o cuidar vai no sentido amplo da palavra abrangendo todas as áreas da saúde.

I Simpósio de Simulação em Saúde da ESP/CE 

Também na tarde desta sexta-feira, ocorreu o I Simpósio de Simulação em Saúde da ESP/CE. Alinhada com a temática central da ExpoESP, a programação incluiu a participação de importantes convidados de renome nacional e internacional em simulação em saúde.

A abertura ficou por conta do gerente do Centro de Simulação em Saúde da ESP/CE (CSS), Rafael Dantas e do diretor de Desenvolvimento Educacional da ESP/CE, José Batista Tomaz . Para Batista, trazer o Simpósio para o ambiente de um evento como a ExpoESP é um sonho e um marco: “Nós apresentamos o nosso projeto que já vem sendo gestado há alguns anos [do CSS], a capacitação dos profissionais. Teorizamos um pouco da importância da simulação e seus benefícios em termos educacionais com a contribuição de muitos profissionais que já trabalham com essa estratégia em suas instituições”, disse. 

A primeira palestra foi proferida pelo representante da Sociedade Beneficente israelita brasileira Albert Einstein, Dr. Tomaz Bittencourt Couto, médico especialista em simulação, que expôs a temática “Formação do profissional em saúde: Como usar a simulação?”. Durante toda a tarde, foram abordados ainda assuntos como “Educação, Inovação e Tecnologia com Simulação: A nova forma de ensinar da ESP”, “Formação do Profissional da Saúde: Como Usar a Simulação?” e “Capacitação do Profissional em Saúde Com Uso da Simulação Clínica: Aplicabilidade na Prática”. 

Participaram também do evento: a Presidente da Associação Brasileira de Medicina de Emergência – Regional Rio de Janeiro (ABRAMEDE – RJ), Lúcia Helena Antunes Pezzi; o médico Coordenador do Núcleo do Obeso do Ceará e professor da Uece, Luiz Moura; a enfermeira e professora da Unifor, Julyana Gomes Freitas; a Coordenadora de Extensão do Núcleo de Educação Permanente – NEP – do SAMU, Wilcilene Oliveira dos Santos; o médico e Diretor de Defesa Profissional da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, Acrísio Sales Valente; a enfermeira obstétrica, Tatiane da Silva Coelho; o Coordenador Geral e Gerente do Projeto Tutoria em Doação de Órgãos e Transplante Cardíaco do Hospital de Messejana, Juan Mejia; e o Coordenador do Centro de ensino e pesquisa da Cooperativa de Atendimento pré e hospitalar (COAPH), Cristiano Rôla Júnior.

Pesquisa Clínica no Brasil

Na outra extremidade do pavilhão, no auditório 9, acontecia a mesa-redonda “Pesquisa Clínica no Brasil”, que teve a participação do Coordenador de Pesquisa Clínica em Medicamentos e Produtos Biológicos. É membro titular da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec), Claudiosvam Martins Alves de Sousa.

“Hoje nós trouxemos dados importantes sobre pesquisas clínicas abordadas no Brasil e que são avaliadas pela Anvisa”, disse. Além disso, o coordenador falou também sobre a necessidade de se descentralizar os centros de pesquisas clínicas do Brasil, que atualmente estão concentradas no eixo Sul e Sudeste do país. “O potencial do norte e nordeste é gigantesco”, acrescentou.

O Evento

A VIII edição da ExpoESP segue até sábado (19), no Centro de Eventos, em Fortaleza. Quem ainda deseja participar da VIII ExpoESP pode fazer a inscrição gratuitamente. Acompanhe também os bastidores e a programação do evento no perfil do Instagram da ESP/CE.

Serviço
VIII ExpoESP
Quando: de 17 a 19 de novembro
Onde: Centro de Eventos do Ceará (avenida Washington Soares, 999, Edson Queiroz) – portão C, Mezanino 2
Inscreva-se e acesse a programação