PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Residentes em Clínica Médica do HGWA são recebidos com novo formato de integração

6 de abril de 2022 - 13:34 # # # # #

Texto e foto: Bruno Brandão (Ascom HGWA)


Ao todo, 15 profissionais participaram da programação

Os residentes em Clínica Médica do primeiro ano do Programa de Residência Médica (PRM) do Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), foram recebidos de uma forma especial no último sábado (2). Os futuros profissionais participaram de integração inédita no equipamento: as salas do ambulatório foram transformadas em estações das mais diferentes áreas de apoio onde eles irão atuar. O momento teve a presença de diretores, gestores e equipe assistencial.

No decorrer da programação, que contou com o apoio do Centro de Estudos, os residentes puderam passar por espaços que os permitiram conhecer mais sobre a mentoria, a Unidade de Cuidados Especiais (UCE), a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), a interação clínica cirúrgica, o Núcleo de Atendimento ao Cliente (NAC), o laboratório, a Engenharia Clínica e até sobre o Trabalho de Conclusão de Curso e Educação Continuada.

Para o médico Kristopherson Lustosa, supervisor do PRM, com esse tipo de acolhimento, o residente passa a entender a unidade onde irá trabalhar de uma forma mais global. “É uma atividade inédita no Ceará. Montamos estações e salas onde o residente passava pelos preceptores. Cada espaço tinha um tema. Foi apresentado todo o corpo administrativo da unidade. O residente também teve a oportunidade de apresentar quem ele era e seus objetivos na residência. Esse acolhimento é algo inovador”, diz Lustosa.

Carlos Mateus foi um dos 15 residentes que participaram da recepção. “Foi uma atividade de excelência. Podemos apreender, nas múltiplas estações, um pouco sobre a Engenharia Clínica, as atividades do CCIH. Além disso, pudemos expressar mais sobre nossas buscas e nossos caminhos na residência. Tudo isso com o acompanhamento dos preceptores. Foi uma excelente oportunidade para um melhor entendimento para todos nós”, avalia.

A Residência em Clínica Médica do HGWA tem o apoio educacional da Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), autarquia vinculada à Sesa.

Segurança no cuidado

Para a Virgínia Silveira, diretora de Gestão do Cuidado e Ensino do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), organização social que administra alguns equipamentos da Rede Sesa, quanto mais integrado o residente estiver dentro da unidade, conhecendo fluxos, processos e área na qual irá atuar, mais será favorecido o seu aprendizado, deixando-o mais seguro no cuidado com o paciente.

“Esse movimento foi muito importante. O residente foi acolhido por vários preceptores, com gerentes de diversas áreas e colaboradores da operação, dentre outros. Isso dá uma noção para o residente dos setores estratégicos do hospital e áreas nas quais ele vai passar ao longo do percurso como residente. Isso enriquece o caminho e a interação dele, tornando o seu caminhar mais seguro e integrado”, destaca Silveira.