PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Mais de mil capacetes Elmo foram doados à Sesa para combate à pandemia; ESP/CE capacitou 650 profissionais de saúde para uso do equipamento

16 de março de 2021 - 12:12 # # #

Repórter: Jackson de Moura | Fotos: Tatiana Fortes (Governo do Ceará) e Jackson de Moura

 Testes clínicos apontaram que o capacete Elmo pode reduzir em 60% a necessidade de internação de pacientes em UTIs. FOTO: Tatiana Fortes/Governo do Ceará

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) já recebeu, em doações, 1.062 unidades do capacete Elmo para distribuir à rede pública de saúde de todo o Estado. Em contrapartida, para auxiliar profissionais de saúde no combate à Covid-19, a Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE) treinou mais de 650 médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e engenheiros clínicos para uso do dispositivo.

Os equipamentos, que podem reduzir em 60% a necessidade de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foram doados à Sesa a partir do comprometimento social da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), e Esmaltec, empresa do Grupo Edson Queiroz, que fabrica o aparelho em larga escala.

“Nosso propósito é contribuir com soluções acessíveis e confiáveis para o bem-estar da sociedade, portanto faz parte do nosso jeito de ser e de como entendemos o nosso papel. Estamos atendendo na medida do possível os pedidos de doação conduzidos pelos órgãos públicos de saúde, muitas vezes patrocinadas por entidades da iniciativa privada, um esforço coletivo que reflete a capacidade solidária que temos em contribuir com a sociedade”, destaca Marcelo Pinto, diretor superintendente da Esmaltec.

Com os equipamentos disponíveis, a Sesa faz a distribuição do capacete para unidades da rede pública de saúde de Fortaleza e do interior do Estado. Do total recebido, mais de 800 unidades já foram distribuídas no Ceará neste ano. A pedido de governos estaduais, 65 Elmos foram repassados em caráter solidário para hospitais do Amazonas e 40, para unidades hospitalares do Maranhão.


Mais de 650 de profissionais de saúde foram capacitados pela ESP/CE nos últimos três meses para uso do capacete Elmo. FOTO: Jackson de Moura

Capacitações

Nos últimos três meses, a ESP/CE capacitou mais de 650 profissionais de saúde para uso do dispositivo, número acima da meta de 285 servidores previstos para serem treinados no período. Requisito para que o equipamento fizesse parte das alternativas de tratamento para pacientes com insuficiência respiratória acometidos pela Covid-19, os treinamentos foram viabilizados a partir de 22 unidades do equipamento repassadas pela Sesa e outros dez itens doados pela Esmaltec diretamente à ESP/CE.

“O Elmo é resultado, desde de sua concepção, de união e solidariedade. Essas doações têm permitido a capacitação de profissionais, que saem prontos para utilizar o equipamento corretamente, da indicação ao seu manejo, e salvar vidas nas unidades de saúde”, afirma o presidente da ESP/CE, Marcelo Alcantara.


Capacitações permitem, em ambiente simulado, o desenvolvimento de habilidades clínicas para uso do capacete Elmo. FOTO: Jackson de Moura

As capacitações ocorrem no Centro de Simulação Realística da ESP/CE, espaço que permite, em ambiente simulado, o desenvolvimento de habilidades clínicas. Dividida em etapas, a formação contempla a discussão de conteúdo teórico sobre o funcionamento do Elmo, apresentado por um instrutor, a aplicação do aparelho e as habilidades que os profissionais precisam desenvolver, além da experiência prática do manejo do dispositivo. A mesma metodologia é adotada nos treinamentos itinerantes já realizados pela ESP/CE em cidades como Manaus, no Amazonas, Juazeiro do Norte e Sobral, no interior cearense.

“Participar do treinamento foi de suma importância porque o capacete Elmo é uma esperança, pode evitar agravamentos da doença, especialmente a intubação de pacientes”, destaca Denise Martins, enfermeira do Hospital Regional Norte, de Sobral.

As formações possibilitam aos treinados o desenvolvimento das competências técnica e educacional para manejo adequado do aparelho e para que se tornem multiplicadores do aprendizado aos demais profissionais que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

Força-tarefa

projeto do equipamento Elmo foi idealizado e desenvolvido pelo Governo do Ceará, por meio da Sesa, ESP/CE e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Fiec, Senai/Ceará, Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e Esmaltec.