PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Ceará sedia o I Congresso Nacional de Enfermagem Forense

25 de outubro de 2019 - 10:46 # # # # # # # #

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP Ceará

Ser um elo entre a vítima da violência e a justiça. Acolher a mulher que sofre violência doméstica. Essas são apenas algumas das atribuições do profissional da Enfermagem Forense. A carreira ainda não é tão conhecida no Brasil, mas é reconhecida como especialidade desde 2011 pela Conselho Federal de Enfermagem. E visando reunir esses profissionais e divulgar a especialidade, a Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues será sede nos dias 04 e 05 de novembro do I Congresso Nacional de Enfermagem Forense. O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Enfermagem Forense, SOBEF, com realização da ESP/CE e Cequale Cursos.

Na programação, debates sobre Ética e Bioética, Cultura de Paz em Saúde, prevenção da Violência na Comunidade, Preservação de vestígios Forenses nos serviços de urgência e emergência, além da atuação do enfermeiro forense no atendimento ao idoso e às mulheres.

Segundo Carmela Alencar, presidente do Congresso e da SOBEF/PE, no Ceará já existe uma parceria da SOBEF com universidades, Ministério Público e com órgãos de perícia local, daí a razão de o Congresso ter sede no estado. Ela diz que atualmente os profissionais já atuam nas áreas da violência, na prevenção na atenção básica, hospitalar e atendimento à vitima de violência sexual, mas agora é necessário “trabalhar a divulgação da especialidade para construir a implementação. Daí a necessidade de ter profissionais qualificados e especialistas no mercado”.

As inscrições para o Congresso devem ser feitas através do  site www.congressonacionaldeenfermagemforense.com.

Curso EEVVA

Alguns dias antes do Congresso, enfermeiros e enfermeiras terão a oportunidade de iniciar o curso “Enfermeiros Examinadores de vítimas de violência e agressores”. Voltado para profissionais já graduados, o curso ocorre nos dias 02, 03, 06 e 07 de novembro, a partir das 8h,no Cequale (Rua Costa Barros, 1161 – Centro). A inscrição no curso dá direito ao ingresso no Congresso.

Com carga de 40 horas, as aulas teóricas e práticas contam com simulação realística em modelos vivos, Instrutores da Sociedade Brasileira de Enfermagem Forense, Mestres, Doutores e especialistas na área. Entre os objetivos do curso, estão: capacitar enfermeiros para o atendimento integral às vítimas de violência sexual; instruir para a entrevista das vítimas, exame físico e coleta de vestígios forenses; Abordar os principais aspectos da legislação brasileira voltados a violência sexual, protocolos e perspectivas de atuação efetiva do enfermeiro na cadeia de custódia.

A presidente do Congresso, Carmela Alencar, frisa ainda que esse será o primeiro curso do tipo que vai acontecer no Brasil dentro da legislação brasileira: “é uma adaptação de um curso feito nos EUA, onde as enfermeiras lá atuam diretamente no atendimento à vítima de violência sexual. A gente quer minimizar a revitimização da vítima. A enfermagem forense vai fazer esse elo entre a vítima e a justiça”

Outro ponto de grande importância é a primeira prova de título da SOBEF, que deve ocorrer na programação. A partir daí será criada uma periodicidade para reconhecer através de uma prova e avaliação documental, aquelas pessoas que já atuam na área da violência e na área da enfermagem forense.

Enfermagem Forense

A especialidade é reconhecida desde 2011 pela Conselho Federal de Enfermagem, no Brasil. Nos Estados Unidos, a Enfermagem Forense já existe desde 1992 e nasceu em grupo de enfermeiras que realizam perícia em vítimas de estupro e abuso sexual. Hoje o enfermeiro forense tem uma área de atuação mais abrangente, dedicando-se a prestar assistência especializada a vítimas de diversos tipos de violência e aos agressores. Esse profissional deve estar preparado para lidar com os traumas físicos, psicológicos e sociais em casos isolados ou até desastres.

Além disso, devem dominar o conhecimento sobre os sistemas legais, recolher provas, prestar depoimentos em tribunais. Esses profissionais são ponte entre a Legislação e as Ciências da Saúde. Entre outras áreas de atuação do profissional forense estão: Investigação da morte, enfermagem psiquiátrica forense, preservação de vestígios, consultoria e enfermagem forense carcerária.

Serviço:

I Congresso Nacional de Enfermagem Forense
04 e 05 de novembro de 2019
Local: Escola de Saúde Pública do Ceará (Av. Antônio Justa, 3161 – Meireles)
Informações: (85) 3231.4545/ (85) 99956.3495

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CONGRESSO 

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO EEVVA

CLIQUE AQUI PARA VER A PROGRAMAÇÃO COMPLETA